Meu Perfil
BRASIL, Sul, GRAVATAI, PARQUE DOS ANJOS, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, Cinema e vídeo, Música, literatura, bebedeiras,etc.
ICQ - 666




 Dê uma nota para meu blog


 Boca do Inferno
 Mondo Paura
 Bakemon
 Andamentorapido
 Blog Terrotten
 Dollari Rosso
 Blog do Baierstorff
 Dementia13
 Filmes Para Doidos
 Necrofilmes
 Submundo de Nikolas
 Blonde Zombies
 Falha Nossa
 Black Vomit
 Espalha Merda
 Figura-Fundo
 Planeta Horror
 Asian Space
 Wurdulak
 Setimo Projetor
 Cine Trash Revival
 Download Filmes Cults e Antigos
 Cremosos & Furiosos
 Trixxx Filmes
 Olhos Livres
 Bela Lugosi Is Dead
 Go Go Pornville
 O Dia da Fúria
 Nascido em 29 de Março
 Viver e Morrer no Cinema
 Cine Demência
 God Vs. Godard
 Pulp International
 Big Monster Movie
 Blog do Dr. Gori
 Kinky D.I.Y. & Queer Fiction Productions
 Boteco Sujo
 B Movie Car Blues
 Paura Express
 Madhouse - Casa de Locos
 Punk & Horror
 Raro VHS
 Cine Monstro
 Cinema Gato Preto
 The Dungeon
 Midnight Drive-in
 Olhar Gratuito
 Vá e Veja
 Friki Tu Puta Madre!
 Asian Fury
 Radioactive Dreams
 Medo do Quê? - O Horror no Cinema Brasileiro
 Cinema Ex-Machina
 Cinema Poeira
 Insektron Comix
 Sapão 318
 Nuclear Yogurte
 Fräuleins Sem Uniforme
 Te Amo, Porra
 La Dolce Vita
 Coloradas na Area
 Revista Mad
 Xplastic
 Kung Fu/ kunf-fu Pow!
 Por Um Punhado de Euros
 Filmes de Merda!
 Cleycianne
 Kids of the 80's
 canibuk
 El Bizarro Mundo Nihilista
 Subsploitation
 Cine Dark Side
 Trashy Filipino War Movies
 Blog do Paura Flics
 Haverá Som de Fita
 Pobre Urbano
 Harakiri Chamber
 Vaara tapa
 Cine Ferox
 Menina Glamour
 Moranguinhu Sinéfila
 Overlook Hotel
 Vênus em Fúria





Blog do Blob


REST IN PEACE

Como o BLOG DO BLOB gosta de homenagear apenas quem presta, aqui fica minha homenagem a MARYLIN CHAMBERS (1952-2009).

Uma das pioneiras do cinema pornô americano ao estrelar o clássico ATRÁS DA PORTA VERDE (Behind the Green Door) de 1972 dirigido por ARTIE & JIM MITCHELL. Ex-garota propaganda de sabão em pó em 1977 também trabalhou no filme RABID do mestre DAVID CRONNENBERG.

Foi encontrada morta Domingo pela própria filha em casa. Tinha 56 anos.

 

 

 



Escrito por blobcrust às 20h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



SLAUGHTERED VOMIT DOLLS

de LUCIFER VALENTINE

(2005)

O que esperar de um filme dirigido por um cara que usa o "nome artístico" de LUCIFER VALENTINE (eu acho que é um pseudônimo)?

Banido em festivais de terror, o que o torna uma espécie de excluído dos excluídos, esta co-produção U$A/Canadá, não tem outro propósito se não o de chocar por chocar. Esqueça trama, roteiro, lógica e coerência, aqui é tudo pura doideira! Todo o filme gira em torno da figura de uma prostituta (AMEARA LaVEY, seria parente de ANTON LaVEY, o criador da Igreja de Satã?) e suas alucinações.

Filmado direto em video, de forma experimental, com uma edição clipeira despejando barbaridade em cima de barbaridade de forma às vezes frenética demais (desconfio até que este seje daqueles casos de induzir epiléticos a convulsões) e uma edição de audio em que alguns momentos a trilha sonora e até algumas falas são postas ao contrário! Uma indução a dor de cabeça, como escreveu um cara num blog gringo! Não falta cenas de tortura e assassinatos num legítimo clima pseudosnuff, conjurações satânicas ("I PROMISE TO KILL, HAIL SATAN" diz, entre outras coisas a atriz direto para câmera! Que medo!) e, claro, muitas cenas de pessoas vomitando aos borbotões! Incluindo uma célebre sequência em que um cara corta a cabeça de um infeliz, tirando o tampão do crânio deixando o cérebro exposto, e vomita litros em cima dos miolos da vítima!!!

Não sou do tipo de cara que acha que tudo que for tachado de experimental é válido e bacana, tem muita coisa chata por aí, e endeusada por rótulos de "expiremental" e "transgressor", não vou entrar aqui no mérito da questão, mesmo porque isto renderia pano para manga, e é um assunto que não se esgotaria. Também não sou fã do tipo ultraviolência gratuita, sem um contexto, apenas o diretor querendo mostrar: "olha como sou fodão!" Ao contrário de obras como, por exemplo, do alemão JÖRG BUTTGEREIT (esse sim é fodão).

Apesar dos pesares, dá para se dizer que este é um típico produto de uma mente doentia, pervetida e drogada, predicados que me agradam muito, além de ter mulher pelada o tempo inteiro, outro ponto positivo! Ou seja, até curti o filme! Só acho que para este tipo de proposta, a duração deveria ser menor, temos aqui 71 minutos, ou seja uma hora e onze minutos, o que acaba cansando um pouco (principalmente se você acabou ficando anestesiado pelas imagens), um curta de no máximo trinta minutos alcançaria um resultado mais efetivo, penso eu. É óbvio que este tipo de obra não deve ser recomendado a qualquer um (minha irmã não aguentou cinco segundos diante da tela!), mas é perfeito para indicar para alguns, nem que seja por pura sacanagem! HAHAHA! Para mim o cômico disto tudo fica a cargo do fato de que os mesmos "críticos cabeças" que detonaram (e detonam) esta obra, tachando-a de incompreensível e sem pé nem cabeça, são as mesmas figurinhas que idolatram DAVID LYNCH, justamente por ele ser incompreensível e sem pé nem cabeça!

Enfim, SLAUGHTERED VOMIT DOLLS (por enquanto o único filme cometido pelo sr. LUCIFER VALENTINE) é cruel, misógino, confuso, violento, nojento e satânico! Assista por sua própria conta e risco!

      

P.s.: Quero deixar aqui meu agradecimento ao meu grande amigo SR. MANDELA, que me emprestou, entre outras tranqueiras, a bagaça comentada aí em cima! valeu cara!

 

 

 

 

 



Escrito por blobcrust às 09h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]